Câmara aprova projeto para revitalizar o Centro do Rio

Reviver Centro irá incentivar a população carioca a ocupar a região central, como a construção e a conversão de prédios comerciais para residenciais

Lapa, Região Central do RioRicardo Cassiano/Agencia O Dia

Rio – A Câmara dos Vereadores aprovou, nesta terça-feira, projetos que buscam atrair moradores e empresas para a combater o esvaziamento do Centro do Rio. O plano, que ainda receberá emendas antes de voltar para plenário, inclui diversos incentivos para a ocupação da região central, como a construção e a conversão de prédios comerciais para residenciais. As duas propostas do Reviver Centro ainda serão debatias em audiência pública, que contará com a participação de vereadores, da Prefeitura do Rio e de setores envolvidos.

A principio, projeto tem o objetivo de proteger as regiões que já estão ocupadas, como a Lapa, o Bairro de Fátima e a Cruz Vermelha. Líder do governo, o vereador Átila Nunes (DEM) destacou a importância do programa para a região, que atualmente tem cerca de 50% dos imóveis vazios.

“O programa Reviver Centro é fundamental para a retomada das atividades econômicas na região. Sabemos que o Centro do Rio vem passando, mesmo antes da pandemia, por um processo de esvaziamento e esse problema foi aprofundado pela crise sanitária e econômica causado pela Covid-19. São mais de 50% dos espaços ociosos. Por isso, a necessidade dos poderes executivo e legislativo aprimorarem esse projeto de revitalização para que essa região tão importante no passado retome as atividades econômicas e seja também uma nova opção de moradia na cidade, dando ao Centro um perfil mais residencial”, afirmou.

O Reviver Centro também prevê a concessão de benefícios a empreendedores que participarem do programa de locação social, para estudantes universitários e servidores públicos. Além disso, irá incorporar o edital Pró Apac, que oferecia benefícios a donos de imóveis históricos que querem fazer obras de recuperação. 

“Trata-se de um projeto importantíssimo para não só para o futuro da cidade, mas sobretudo para o presente. O Rio é uma das cidades mais bonitas do mundo, não à toa é chamada de Maravilhosa, e não pode ter seu centro abandonado e degradado como está. Esta recuperação tem que ser para ontem e hoje demos um passo importante neste sentido”, disse o presidente da Comissão do Novo Plano Diretor, o vereador Rafael Aloisio Freitas (Cidadania).

Via: O Dia
Próximo Post