domingo, 24 de outubro de 2021
17 °c
Rio de Janeiro

Associação de Limpeza entra na Justiça contra o Inea por despejo irregular de lixo

Abrelpe denunciou órgão por autorizar o descarte de detritos urbano em áreas rurais do Sul Fluminense sem a realização de um estudo de impacto ambiental na região

Rio – A Associação Brasileira de Limpeza Pública e de Resíduos Especiais (Abrelpe) entrou na Justiça com um mandado de segurança coletivo, com pedido de liminar, contra o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) em função do despejo irregular de resíduos urbanos e industriais nos municípios de Valença e Pinheiral, na região Sul Fluminense.

As áreas onde os detritos são descartados é feita em um solo que sofre um fenômeno chamado de “voçoroca”, quando um intenso processo de erosão é provocado na terra pelas águas de chuvas. A autorização do Inea era para que a região recebesse dejetos de obras e cascalho mas, segundo a Abrelpe, isso se deu sem nenhum estudo de impacto ambiental, além do próprio despejo irregular de lixo.

Próximo Post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *