Agentes e diretor do Degase são afastados por suspeita de abuso sexual

Unidade socioeducativa feminina Professor Antônio Carlos Gomes da Costa fica na Ilha do Governador e é a única que atende as adolescentes

Rio – A juíza Lúcia Mothe Glioche, titular da Vara de Execuções de Medidas Socioeducativas do Rio, determinou o afastamento imediato de cinco agentes e do diretor da unidade socioeducativa feminina Professor Antônio Carlos Gomes da Costa (CENSE PACGC), na Ilha do Governador. Todos são denunciados por suspeita de abusos sexuais contra adolescentes internas. Uma das vítimas tem apenas 13 anos e outras duas internas estão grávidas. 

Na denuncia apresentada pelo Ministério Público do Rio (MPRJ) e reiterada pela Defensoria Pública do Estado, algumas internas relatam os abusos dentro da unidade. 

Próximo Post