Agente do Degase afastado presenteou menor com foto do filho dela em troca de sexo

Justiça do Rio pediu o afastamento de cinco agentes agentes e do diretor da unidade socioeducativa feminina Professor Antônio Carlos Gomes da Costa, na Ilha do Governador

Rio – Um dos agentes afastados do Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Degase) manteve relações sexuais com uma adolescente interna da unidade socioeducativa feminina Professor Antônio Carlos Gomes da Costa (CENSE PACGC), na Ilha do Governador, por troca de uma foto do filho dela. É o que revela a denúncia do Ministério Público do Rio e da Defensoria do Estado, enviada à Justiça do Rio. 

A juíza Lúcia Mothe Glioche, titular da Vara de Execuções de Medidas Socioeducativas do Rio, acatou o pedido dos órgãos e determinou o afastamento imediato de cinco agentes e do diretor da unidade. Todos são suspeitos de abusos sexuais contra as internas. Duas menores engravidaram dentro da unidade. Um delas sofreu aborto espontâneo, segundo relata a denúncia. 

Próximo Post